Fandom

Protopia Wiki

I. Uma pequena história sobre o Coletivo Crimidéia

1 764 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Dias de Guerra, Noites de Amor
CrimethInc


(Original em Inglês)


Na verdade, não há nada que desprezamos mais do que a história oficial ou a história linear. Nada pode ser mais castrador do que o sentimento de que somos parte de uma cadeia de eventos, uma inescapável reação em cadeia que predetermina tudo o que fazemos, tudo que é possível. Com tudo ao nosso redor sendo supostamente parte deste vasto continuo, é fácil esquecer que a história oficial e linear é ela própria uma invenção muito recente.

Lembre-se que nós, os humanos, existimos por centenas da milhares de anos, então são só nos últimos dez mil anos é que se faz história de forma aproximada como a conhecemos. Alguns diriam que esta é a história da civilização, e que pode ser considerada uma espécie de desvio do "natural", prefiro dizer que a natureza humana possui apenas hábitos e não regras, para serem desviadas.

O fato é que nos habituamos a muito pouco tempo a organizar nosso tempo dessa forma. Antes o tempo era compreendido de uma miríade de outros jeitos, não era linear, mas podia ser cíclico, sem futuro ou passado: ele podia começar quando o sol nascia numa linda manhã de primavera, parar por uma eternidade quando seu amante beijava e fazia cócegas nas suas coxas, terminar de repente com a morte de seu filho. Rolava ao sabor das mudanças das estações, dos dias e noites e dos ciclos de gerações que se compunham de uma forma diferente ainda que enraizadas em um mesmo tempo mítico mutável da qual nunca se afastavam. Podia ainda ser entendido em espirais crescentes de recorrência infinitamente renovada e única. Ele não podia prendê-lo ou passar por você, somente carregá-lo até o momento e largá-lo lá. Ou ainda podia ser plano e ramificado como a história de diferentes clãs e famílias extensas, que contavam o tempo pelos feitos corajosos de ancestrais que se confundiam com as próprias histórias de formação do mundo. Assim como não haviam fronteiras nacionais ou modas de padronização global, o tempo não estava preso por nenhuma lei ou sistema. Uma pessoa podia vagar fora de suas terras e entrar em mundos completamente novos, viajando pelo espaço e pelo tempo de formas que simplesmente não podiam ser medidas.

Mas então veio esta ânsia por dividir o tempo entre passado e futuro, e depois enfileirados, subdividi-lo e subdividi-lo de novo constantemente. Aprisioná-lo numa sequência lógica de acontecimentos que vão para um ponto desejado, dando-lhe esse aspecto de verdadeiro imutável sem qualquer relação com o tempo da nossa vida cotidiana que passa tão rápido sem nem sequer parece que estão relacionados.

Mas nem tudo pode ser aprisionado em um tempo linear e constante: a gente pode perceber que nos momentos de grandes tribulações e sofrimento o tempo demora a passar e essas ocasiões ficam gravadas em nossas memórias para sempre, nossas experiências mais alegres parecem voar no tempo: nós nos lembramos apenas de detalhes superficiais, mas as sensações verdadeiras parecem se fundir com todas outras experiências prazerosas das quais nos lembramos. Isso não é porque a felicidade seja uma condição genérica e amorfa; mas porque o êxtase e o prazer simplesmente são parte de um mundo que está além de um pálido registro histórico. A história oficial não pode capturar ou descrever as coisas que tornam a vida mágica e preciosa - essas coisas só podem ser sentidas pessoalmente. Elas são tão invisíveis à retrospectiva e à narração como são aos instrumentos de um cientista.

Por isso pedimos pra você que leia este livro, não como a história do Coletivo CrimethInc ou de seus gestores, mas como uma ilustração em um espaço negativo, um mapa oculto de lugares que ocupam tempos outros, em que vida real emergiu por um momento - para nos lembrar que um dia ela sempre retornará.


Dias de Guerra, Noites de Amor
Palavras iniciais I. Uma pequena história sobre o Coletivo Crimidéia II. Um ContraDicionário da CrimethInc

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória