Wikia

Protopia Wiki

Cuidados com a Saúde

Discussão0
1 759 pages em
Este wiki
Receitas Para o Desastre
CrimethInc


InstruçõesEditar

Inúmeros textos já foram escritos sobre as diversas formas radicais de se cuidar da saúde, incluíndo clínicas grátis, herbalismo, trocas de agulhas, obstetrícia, ginecologia feminista e organizar coletivos de médicos de rua para protestos. Aqui, só podemos uns poucos mas amplos tópicos que não são freqüentemente abordados nesses tratados para dar uma pequena idéia de tudo que ainda temos para aprender sobre cuidados de saúde fora das instituições.


Seqüestrando o Sistema de Saúde ConvencionalEditar

Se você precisar de tratamento médico imediato de um hospital mas não poder pagar as suas taxas exorbitantes e extorsivas, não se desespere. Pronto-socorros são exigidos por lei a tratar de qualquer um não importando se podem pagar ou não. Se você não quiser lidar com todos os problemas de contas e dívidas, dê-lhes um nome falso, um endereço falso, e um número falso da previdência social.


Dê um nome que seja familiar o suficiente para você para que você possa respondê-lo instintivamente e repeti-lo exatamente igual todas as vezes. Dê um endereço que exista, para que não seja óbvio que você inventou, mas que não possa ser relacionado a você. Dê um número da previdência social que tenha os mesmos cinco dígitos do seu ou do de um amigo de idade semelhante, mas os últimos quatro dígitos têm que ser diferentes ― os primeiros cinco dígitos designam o local e a data do seu nascimento, então você não quer dar um número que não represente uma região ou que indique que você deveria ter uma idade muito diferente da sua. Pode também ajudar se você se apresentar como sendo um sem-teto, desempregado e destituído, pressupondo que a sua aparência exterior dê a impressão de que isso realmente possa ser verdade; entretanto, isso pode ter seus inconvenientes também.


Infelizmente, esta técnica não irá funcionar para conseguir terapias ou tratamentos mais longos, mas servirá para engessar um osso quebrado ou para dar uns pontos num corte; um dos nossos experimentadores conseguiu até ter seu apêndice inflamado removido de graça. Outra opção, que pode lhe ajudar a conseguir remédios e outros tratamentos mais longos, é viajar para um país exterior onde o sistema de saúde esteja disponível a um preço mais razoável. Um outro experimentador conseguiu ter todos os seus dentes tratados no México, e ainda pagou sua viagem e despesas, com menos dinheiro do que teria gastado para ter o serviço feito nos E.U.A..


Desenvolvendo Seu Próprio Sistema de Saúde: Massagem Linfática TaoístaEditar

0014
MacacovoadorAdicionada por Macacovoador

Você já notou quanta química está envolvida no processo de cura? Geralmente, melhorar significa engolir algo. O químico vai "lá embaixo" para fazer (ou não fazer) o seu trabalho, enquanto você faz outra coisa. As curas herbais não são muito diferentes. Enquanto elas podem ser suas amigas ao contrário de um médico robô zumbi dando a receita, as ervas por si só são apenas outra coisa para engolir. Seja qual for a sua experiência com química, é sempre bom diversificar as suas ferramentas. Existem muita escolas de pensamento antigas e sofisticadas sobre curas e sobre como manter a saúde através de posturas, movimento, respiração e massagem. Qualquer uma delas merece uma vida de estudos, mas enquanto isso, eis aqui uma simples técnica para incentivar o sistema imunológico que eu já utilizei com grande sucesso


Quando você pensa em "sistema circulatório", o coração e os pulmões vêm imediatamente à cabeça, mas o corpo é composto de vários sistemas circulatórios. O seu sistema imunológico, por exemplo, é um sistema circulatório, apesar de não ter uma bomba dedicada como o coração ou diafragma ― em vez disso, os linfonodos servem como bombas. Os seus linfonodos se localizam perto das suas juntas ― axilas, virilha, pescoço ― e são bombeados quando você se move. Freqüentemente a doença acompanha ou vem após um período de movimento limitado. Seja qual for a razão que faça você se sentir doente, uma das primeiras coisas que você faz é parar de se movimentar: você fica em casa o dia todo, adia compromissos, fica um tempão na cama. Sem dúvida você precisa descansar. Mas ao seu regime de químicos e repouso, acrescente o seguinte exercício. Ele ajudará a ativar e fazer circular o seu sistema imunológico sem adicionar muito estresse a um corpo que já está sobrecarregado.


Fique de pé, com leveza na cabeça e ombros relaxados. Não esqueça de respirar ― com a sua barriga, não com o seu peito. Mantenha inspirações e expirações longas, lentas e profundas. As suas pernas devem estar ativas, não presas nem esticadas demais.


Agora, com os ombros retos, balance os seus braços para frente e para cima, para que as palmas das suas mãos encostem na altura da sua cabeça. Deixe os seus braços voltarem, passando pelo seu quadril e subindo às suas costas. Não é preciso bater as palmas nas costas. Este é um exercício bem leve; permita que os seus braços hajam como pêndulos e encontrem o seu ritmo natural. Faça isto por um minuto de quatro a cinco vezes por dia quando você estiver doente, ou tiver sido exposto a uma doença, quando você estiver viajando com muitas pessoas num ônibus ou num avião que não foi você mesmo quem construiu. Deixe este ser um ponto de partida para você começar a pesquisar e desenvolver a sua própria filosofia e prática de cuidados com a saúde!


Como Fazer Seu Próprio Exame GinecológicoEditar

Você já viu o seu colo do útero? Alguém já viu o seu colo do útero? Para a maioria das pessoas com um útero a resposta à primeira pergunta é "não" e a resposta à segunda é "sim". Fazer o seu próprio exame do colo do útero regularmente é uma forma de começar a tomar o controle do seu corpo e da sua saúde. Você pode aprender o que é normal para você através de todo o seu ciclo menstrual e não ter que confiar de que o que um médico vê uma vez por ano é algum indicativo da sua saúde corrente. Desta, forma você pode desafiar o papel do médico como a única pessoa capaz de curar e fornecer informações sobra a sua saúde, e adquirir conhecimento sobre si mesma que antes era privilégio apenas do médico. Auto-exames permitem que você descubra qualquer irritação ou problemas antes que eles se tornem mais graves, e, se você precisar ir a um médico, a familiaridade com o seus corpo que os auto-exames lhe darão ― por dentro e por fora ― farão de você uma paciente informada, capaz de perguntar as perguntas certas e exigir a informação completa sobre a sua condição e tratamento.


IngredientesEditar
  • Espéculo ― qualquer ginecologista pode lhe dar um espéculo de plástico de graça, ou você pode encomendá-los em grandes quantidade pela internet. Existem espéculos de três tamanhos; experimente o médio, e veja se ele parecer muito grande, consiga um pequeno. Se você não conseguir enxergar até o seu colo do útero, arranje um grande. O tamanho do espéculo que você precisa não corresponde ao tamanho do resto do seu corpo.
  • Espelho
  • Lâmpada de cabeceira com pescoço flexível ou lanterna
  • Lubrificante ou água (opcional)


InstruçõesEditar

Como você os realiza sozinha, no seu próprio ritmo e um local confortável e seguro, os auto-exames podem ser uma ferramenta importante para sobreviventes de incesto ou abuso sexual, pessoas que não tem acesso aos serviços de saúde, para oe para pessoas que se sentem desconfortáveis indo ao médico por causa da sua sexualidade, tipo de corpo, história ou identidade de gênero. Com um auto-exame, você pode decidir parar se não se sentir confortável. Você pode se familiarizar com o processo de um auto-exame para que você saiba o que esperar e sinta-se mais confortável se um médico examinar você. Auto-exames também permitem que você faça os cuidados de rotina sozinha e não precise de médicos para tratar problemas simples como candidíase ou tricomoníase. Entretanto pode ser esquisito de realizar exames ginecológicos em si mesma, então outra boa opção, se você se sentir confortável, é que amigas de confiança aprendam a fazer umas nas outras.


Antes de fazer o seu exame do colo do útero, você pode ser uma boa idéia dar uma olhada em um livro para que você saiba o que esperar. Existem livros disponíveis que incluem fotografias coloridas de várias vaginas e colos do útero em diferentes estágios do ciclo menstrual, e livros que contenham imagens de infecções comuns e de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) para que você possa identificá-las e tratá-las quando necessário.


Quando você estiver pronta para fazer o seu auto-exame, encontre um lugar confortável e seguro onde você não será interrompida ― a maioria das pessoas prefere fazer o auto-exame nas suas camas. Fique em uma posição confortável: tente recostar-se em travesseiros ou almofadas a um ângulo de 45 graus, com os seus joelhos para cima e abertos. Lembre-se de ter o espelho e a lâmpada ao seu alcance. Tente abrir o espéculo e travá-lo na posição algumas vezes antes de inserí-lo, até que você esteja confortável com o seu funcionamento. Insira o espéculo abrindo os lábios menores da sua vagina com dois dedos de uma das mãos, prendendo bem firme as abas do espéculo com o polegar e o indicador da outra mão, e guiando-o para dentro do canal vaginal. Você pode usar lubrificante a base d'água ou água para ficar mais fácil de inserir. Você pode querer inicialmente inserir o espéculo de lado, e então virá-lo com as alças ainda comprimidas até que o cabo esteja para cima. Quando o cabo estiver para cima, abra as abas e trave o espéculo em posição. Faça isto deslizando o cabo mais curto para baixo e o mais comprido para cima ― quando você ouvir um clique, o espéculo estará travado. Isso irá esticar a vagina, deixando-a aberta e mostrará o canal vaginal e o colo do útero. Com o espéculo travado, você pode ajustar a posição do espelho e da sua fonte de luz. É melhor não esquecer do espéculo: os músculos da sua vagina pode empurrar o espéculo para fora mesmo ele estando travado, o que pode ser bem doloroso. Fique com uma mão nele, se puder! Se você estiver usando uma lâmpada com haste flexível, mire a luz na sua abertura vaginal e use o espelho para ver o que ela ilumina. Se você só tem uma lanterna, segure-a na sua boca e mire no espelho. Com o posicionamento correto do espelho e da luz, você conseguirá fazer um exame minucioso.


Você pode pôr dentes de alho inteiros dentro e ao redor da sua genitália para ajudar com candidíase e infecções urinárias.


O que você pode ver: paredes vaginais, secreções vaginais (se tiver), colo do útero (cervix), o orifício interno do útero, e qualquer irritação (ex: cândida, trichomonas, infecções bacteriológicas). Ao longo do seu ciclo menstrual, você pode verificar mudanças na cor, na textura e nas secreções do colo do seu útero: são todas indicações de se você está fértil ou não, e de qual período do seu ciclo você se encontra. Dê uma olhada do lado de fora da vagina e das paredes vaginais. Familiarize-se com a aparência desta parte do seu corpo, e procure quaisquer irritações, nódulos ou manchas. Depois, dê uma olhada no seu colo do útero. Ele pode não estar imediatamente aparente: se você não puder vê-lo, retire o espéculo e tente movê-lo um pouco, pule para cima e para baixo (sim, isto funciona!), ou mude-se para uma superfície mais rígida. O seu colo do útero pode estar diretamente à frente do espéculo, ou ele pode estar para um dos lados se você tiver o que é chamado de "útero virado". Isto é perfeitamente normal, já que o útero de todo mundo é virado em alguma direção. O seu colo do útero pode estar rosa e liso, ter manchas vermelhas, ou mesmo estar áspero e com pontos irregulares. Dependendo de onde você está no seu ciclo menstrual, pode haver fluido saindo dele (especialmente se você está ovulando) ou talvez esteja muito seco.


Você pode usar pedaços de tecido de algodão em vez de absorventes ou tampões, ou fazer o seu próprio absorvente de algodão.


Caso você veja manchas ou bolas que lhe preocupem, vá a uma ginecologista e peça a ela para dar uma olhada, e então faça o teste de Papanicolau. Provavelmente, está tudo bem, e você irá ficar sabendo no futuro que essas manchas são apenas partes do seu corpo. Por causa das mudanças pelas quais o seu corpo passa durante o seu ciclo mensal, é ideal fazer um auto-exame no mesmo período de cada ciclo para que você possa notar qualquer mudança. É bom também fazê-los em diferentes períodos do mês, para que você possa observar as mudanças e se familiarizar com o seu corpo durante todo o seu ciclo.


Você pode aliviar cólicas menstruais aplicando bolsas de água quente, tendo orgasmos, praticando pompoarismo, se alongando, se exercitando, qualquer coisa que aumente a circulação sangüínea para esta região do seu corpo. Como alternativa, tente beber uma combinação de chás de hortelã e camomila.


Auto-exames podem tornar você capaz de identificar infecções e DSTs antes mesmo de sentir qualquer coisa. Consulte amigas ou um livro para lhe ajudar a identificar quaisquer problemas. Existem diversos livros e zines que são boas fontes para identificar e tratar a si mesma de forma segura e eficiente. Algumas das infecções que você pode detectar incluem: uma infecção (inchaço) das glândulas vulvovaginais; candidíase, que lhe causará uma secreção branca e espessa; trichomoníase, identificado por uma secreção amarela ou esverdeade, cheiro ruim e muito corrimento no colo do útero; vaginite não-específica, que causa corrimento que pode amarelo ou esverdeado, espesso ou mais fluido, devido à multiplicação de bactérias, geralmente com cheiro forte; feridas de herpes; uma infecção do canal do colo do útero (bactérias de gonorréia ou de outra infecção bactérica podem adentrar no canal cervical e fazer com que o colo do útero se torne vermelho e macio e produza um corrimento muito pesado); e cistos no colo do útero, que podem crescer e encolher durante o seu ciclo, mas que geralmente não doem nem causam problemas.


Você pode comer gengibre fresco para aliviar a indigestão. Chupar gengibre também pode ajudar a curar as suas cordas vocais, caso elas estejam machucadas ― assim como inalar vapor e, é claro, ficar em silêncio por algum tempo.


Fazer um auto-exame com um grupos de amigas pode ser uma ótima forma de aprender mais sobre os seus corpos, compartilhar informações e apoiarem umas às outras. Você pode observar e comparar as vaginas, clitóris e colos dos uteros, o seu e o de suas amigas. Você pode aprender em primeira mão sobre as incríveis variações entre os corpos das pessoas e as suas variações durante o ciclo mensal e sobre os diferentes estágios de excitação sexual. Ao comparar os seus corpos com ilustrações em livros de anatomia, você pode perceber que você e as suas amigas possuem partes que não estão nos livros. Isto não significa que há algo errado com vocês: só comprova o fato de que a indústria médica freqüentemente tenta simplificar nossos corpos, que na verdade são muito diversos e complexos.


Um auto-exame é um ato simples mas que lhe dá muita força ― não guarde esta informação para si! Faça uma oficina sobre auto-exames; crie um espaço para fazer auto-exames em grupos ou para as pessoas que fizeram seus auto-exames sozinhas discutirem o que viram; mostre o seu colo do útero ao seu parceiro sexual (quer eles tenham um também ou não) ou a amigos; tire fotos dele; fale sobre o seu corpo; escreva um zine sobre isso... Há muito tempo, os nossos corpos têm sido apresentados e confundidos pela indústria médica. Fizeram com que nos sentíssemos desconectadas de nossos corpos e tivéssemos uma atitude passiva em relação à nossa saúde. Para a nossa libertação e sobrevivência, devemos nos reaproprias deste conhecimentos e reaprendermos sobre nós mesmas.

Cuidados Com a Saúde e ResistênciaEditar

Em algumas comunidades existem médicos de rua, que fornecem cuidados médicos e primeiros socorros a manifestantes; em protestos, tais médicos podem ser identificados pelas cruzes vermelhas ou outras insígnias do tipo. Se não existe este tipo de médico na sua região e vai haver uma ação, é importante que algumas pessoas façam umas aulas e estejam preparadas para lidar com quaisquer emergências que possam surgir. Um grupo de afinidade que irá realizar um projeto perigoso também deve considerar ter o seu próprio médico.


A regra mais fundamental para qualquer pessoa pensando a respeito de medicina e saúde é não cause nenhum mal. Isto, é claro, é uma regra fundamental em todos os aspectos da vida. Em termos de cuidados médicos, não causar nenhum mal significa nunca tentar fazer nada que você não tenha certeza, nunca ter vergonha de admitir que você não pode ajudar uma pessoa, e nunca hesitar em pedir ajuda. Consiga o máximo de treinamento que você puder em vários aspectos de cuidados médicos e de saúde em geral e fique sempre verificando o seu conhecimento. É muito fácil esquecer um tratamento específico, então revise e pratique. Cuide sempre da sua saúde e da saúde daqueles ao seu redor.


Faça um kit de primeiros socorros, equipado de acordo com os materiais que você sabe como utilizar e com os ferimentos mais prováveis em determinado local ou ação, e leve-o sempre com você ou deixe no seu veículo, sua casa, ou espaço comunitário. Certifique-se de reestocar os itens que você usou e substituir aqueles que ficarem velhos demais.


Preparando-se Para Ataques com Armas QuímicasEditar

Se você espera ser atacado com armas químicas, use uma camada de roupa impermeável com mangas e colarinhos bem justos, e roupas de fibra sintética por baixo. Algodão, lã, moleton e qualquer outra coisa fofinha absorvem os químicos. Cubra sua pele o máximo possível. Antes da ação, lave a si mesmo e as suas roupas com sabão sem base de óleo e sem fragrância. Assim você se livra de pele morta e dos óleos em você e na sua roupa, e ajudará a prevenir que as armas químicas grudem e causem mais dor. Não use nenhum tipo de óleo na sua pele: inclusive perfumes, loções, desodorantes e a maioria dos protetores solar. Eles não ajudam a proteger a sua pele; na verdade, eles farão o gás lacrimogênio grudar em você feito cola.


Não faça a barba ou se depile no dia anterior. Passar a lâmina abre os seus poros e torna as armas químicas mais eficientes; por outro lado, pelos absorvem armas químicas também ― é uma linha fina para se trilhar. Tire todos os piercings que você puder, e coloque band-aids sobre os outros para que eles não seja atingidos nem arrancados. Não use tampões ― eles absorvem armas químicas, e se você for para a prisão e ele ficar dentro de você, você pode ter um choque tóxico. Não utilize lentes de contato. Armas químicas podem ficar presas sob elas e podem até mesmo derretê-las nos seus olhos.


Se você utilizar uma máscara de gás, escolha uma que não bloqueie muito a sua visão, com lentes inquebráveis e filtros substituíveis livres de amianto. Um alternativa é respirar através de uma bandana empapada em vinagre de maçã ou suco de limão ― transporte a bandana até a ação num saco fechado, e leve um ou dois limões com você para mantê-la fresca ― e use óculos de natação para proteger os seus olhos. Você pode conseguí-los com prescrição para pessoas que usam óculos de grau; quando você não os estiver utilizando, mantenha-os com o lado de dentro para fora na sua testa para que não embacem. Você pode ainda colocar uma máscara para pó sob a bandana para ainda mais proteção. Todos aparatos bacanas você transformar você em um alvo para a polícia, então tente deixá-los escondidos.


Armas Químicas Populares e os seus EfeitosEditar

Durante ataques com armas químicas, você pode assoar o seu nariz, enxaguar a sua boca, tossir e cuspir, mas não engula nem esfregue seu olhos. Se você estiver usando lentes de contato, tente removê-las, ou peça a alguém com dedos limpos e não contaminados o faça para você.


Spray de pimenta e o Mace são freqüentemente utilizados como sprays líquidos ou de espuma por pequenos frascos de mão, ou por grandes aparelhos que lembram extintores de incêndio. É sabido que a polícia já os aplicou diretamente nos olhos de manifestantes que estavam paralisados e incapazes de resistir, supostamente com o único propósito de aparentarem ser realmente desprezíveis. Você sente a dor imediatamente nos seus olhos ou na sua pele, onde for que a substância entrar em contato com você. A dor chega no ápice em quinze minutos e então começa a diminuir.


Gás lacrimogênio é utilizado em latas explosivas. É uma substância invisível, mas a polícia geralmente o mistura a um pó para que parece uma nuvem intimidadora. Se o gás lacrimogênio aparecer como uma nuvem, você pode observar para que lado o vento o está levando, e tentar ficar a favor do vento. Se você não puder enxergá-lo, você com certeza saberá dizer quando você for atingido por ele. Latas de gás lacrimogênio são quentes o suficiente para lhe queimar; não as toque a menos que esteja utilizando material de proteção, e não antes delas começarem a emitir gás, pois podem explodir e ferir você. Você não necessariamente sentirá os efeitos do gás imediatamente; ele pode levar até cinco segundos para agir. Depois que sair da nuvem, você se sentirá melhor imediatamente, embora leve algum tempo para a sua visão limpar e para que a sensação de queimação desapareça completamente. Os sintomas mais comuns são lágrimas e coriza, a tal ponto que pode ficar impossível de enxergar e difícil de respirar.


Assim como muitas táticas de repressão, o uso do gás lacrimogênio é mais eficiente pelo medo que ele inspira. Na primeira vez que o gás lacrimogênio o atingir, quando você ainda não estiver familiarizado com os seus efeitos, ele pode parecer mais forte do que realmente é; depois que você o estiver respirando por alguns dias, e souber exatamente o que esperar, você descobrirá que ele é menos debilitante do que parecia. Em meio a multidões fugindo de ataques químicos, grite, "Caminhem, não corram!", e ajude quem precisar, para que o pânico não cause ferimento a ninguém.


Tratamento e DescontaminaçãoEditar

Se uma pessoa foi atingida com spray nos olhos e na boca, você pode lavar os seus olhos com um jato d'água. Uma garrafa para exercícios com bico é o ideal, mas um borrifador também funciona. Sempre irrigue do lado de dentro do olho para o lado de fora, com a cabeça dela inclinada para trás e levemente para o lado sendo enxaguado. O jato d'água precisa entrar no olho para funcionar, então se a pessoa atingida se sentir confortável com isso, você deve tentar abrir o seu olho para ela. Ela provavelmente não conseguirá abrí-lo sozinha, e abrir o olho aumentará a sua dor temporariamente, mas ajuda. Isto funciona para limpar a boca também. Em climas frios, esforce-se para manter a si mesmo e à pessoa que você está ajudando secos.


A pele atingida também pode ser lavada com água. Alguns médicos treinados usam óleo mineral seguido imediatamente de álcool, mas outros insistem que este tratamento é muito perigoso. Para fazer isto, enxarque um algodão ou material semelhante com óleo mineral ou, num aperto, com óleo vegetal. Esfregue o óleo na pele exposta cuidadosamente, para não entrar em contato com os olhos. Rapidamente umedeça outro algodão com álcool, e vigorosamente remova o óleo mineral. Este procedimento deve ser completo com cada vítima tratada ― óleo mineral remanescente pode prender restos dos químicos na pele.


Se você entrou em contato com armas químicas, por mais superficial que tenha sido, presuma que você está contaminado e leva traços dos químicos com você para onde você for. Não entre numa zona segura ou em um espaço público onde você possa vir a contaminar outras pessoas. Banhe-se com a água mais fria possível para que os seus poros fechem, e lave as suas roupas com o detergente mais forte que você conseguir encontrar. Durma e beba o máximo d'água possível. Bons alimentos para se ingerir depois de uma contaminação incluem missô, cereais integrais, arroz integral e frutas cítricas, tudo orgânico é claro. Se você não encontrar alguém com conhecimento de ervas, bebas chás de urtiga ou bardana para limpar o seu fígado e o seu corpo.


Em Caso de PrisãoEditar

Algemas de plástico podem causar danos neurológicos duradouros. Se você sentir qualquer dor, dormência ou formigamento, exija imediata e continuamente que as afrouxem. Não se mova muito; isso pode fazer com que as algemas de plástico se apertem ainda mais. Quando estiver sendo algemado, flexione os seus músculos o máximo possível para ocupar o máximo de espaço até que você esteja algemado.


Se você tem problemas de saúde ou está na prisão com alguém que foi ferido ou precisa ser medicado, fale imediatamente à polícia, e lembre-os constantemente. Use pressão de grupo, e fique em cima deles. Alguns dias na prisão com ferimentos que não forem tratados ou sem medicamentos podem ser fatais.


Se você depender de alguma medicação e for correr o risco de ser preso, é importante que você tenha um bilhete do seu médico explicando como é importante que você receba seus remédios. O bilhete deve conter o seu nome, o seu diagnóstico, o que acontecerá se a medicação for interrompida, se pode-se fazer alguma substituição e que você deve carregar a medicação consigo. Dê cópias do bilhete para a equipe médica, se você estiver num evento em que houver uma, e ao seu representante legal, e mantenha uma com você, junto com um documento de identificação. Leve remédio suficiente para alguns dias e mantenha-o na embalagem original. Se você realmente não quiser ser identificado pela polícia, mas mesmo assim precisar de medicação se você for preso, você pode pedir um bilhete do seu médico com uma foto sua em vez do seu nome, e, em caso de medicamento manipulado, cortar fora o pedaço da etiqueta onde há o seu nome.


Pode ser possível contrabandear remédios para dentro da prisão. Coloque-os em sacos dentro das suas roupas de baixo ou em bolsos obscuros, ou em orifícios do seu corpo, se necessário.


Quando você sair da prisão, fale sobre a sua experiência antes de ir dormir. Isso diminui significativamente as chances de estresse pós-traumático. Coma alimentos orgânicos de fácil digestão, como cereais integrais, arroz e legumes cozidos.


Você pode esfregar óleo de lavanda nas suas têmporas para aliviar tensão e dores-de-cabeça martelantes.


Você pode ferver água com alecrim nela e com isso lavar os seus cortes para prevenir infecções.


Num aperto, você pode usar urina para ajudar a prevenir ou curar micoses; ficar de pés descalços também ajuda.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória