Fandom

Protopia Wiki

A revolução Bolchevique

1 764 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Share

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Teses sobre o Bolchevismo
Helmut Wagner


O bolchevismo chamou de burguesa a revolução de fevereiro, e de proletária a revolução de outubro. Assim, pretendia fazer passar seu regime como dominação do proletariado e sua política econômica como socialismo. Essa visão da revolução de 1917 é absurda, porque supõe que um desenvolvimento de sete meses teria sido suficiente para criar as bases econômicas e sociais da revolução proletária num país que mal tinha entrado no processo da revolução burguesa. Ou seja, essa visão presume saltar todo um processo de desenvolvimento econômico e social que requeriria, no mínimo, décadas. Na realidade, a revolução de 1917 é um processo de transformação unitária que começou com a derrubada do czarismo e alcançou seu apogeu na vitoriosa insurreição armada dos bolcheviques, o 7 de novembro. Este violento processo de transformação é o da revolução burguesa russa, nas peculiares condições históricas da Rússia.

Ao longo desse processo, o partido da intelectualidade jacobina revolucionária tomou o poder apoiando-se nos dois movimentos sociais que haviam desencadeado a insurreição de massas, os movimentos proletário e camponês. Para substituir o governo triangular derrocado (czarismo, nobreza e burguesia), criou-se o triângulo bolchevismo, campesinato e proletariado. Assim como o aparelho estatal do czarismo dominava as duas classes proprietárias, também o novo aparelho estatal bolchevique começou a tornar-se independente das duas classes que lhe serviam de base. A Rússia saiu do absolutismo czarista e caiu no absolutismo bolchevique.

A política dos bolcheviques alcança, no período revolucionário, seu auge com a mobilização e o controle das forças sociais da revolução. A tática revolucionária bolchevique culminou na preparação e execução da insurreição armada. A sublevação violenta converteu-se, para os bolcheviques, numa ação militar coordenada e minuciosamente planejada que tinha como motor e potência dirigente o partido bolchevique e suas tropas de choque. A concepção, preparação e execução da insurreição armada pelos bolcheviques leva o cunho da política de conspiração jacobina (que, na Rússia, era a única política possível): uma insurreição no contexto peculiar de uma revolução burguesa contra a burguesia.

As consignas da revolução bolchevique, no plano econômico, evidenciaram seu caráter de revolução burguesa. Para as massas camponesas, os bolcheviques simbolizavam a expropriação violenta dos bens latifundiários mediante a ação espontânea da pequena burguesia ávida por terras. Em sua prática e consignas agrárias (Paz e Terra), os bolcheviques expressavam os interesses dos camponeses em luta para proteger a pequena propriedade privada (interesses capitalistas). Em vez de apoiar os interesses do proletariado socialista contra a propriedade feudal e capitalista da terra, os bolcheviques foram, na questão agrária, os defensores implacáveis dos interesses do pequeno capitalista.

No que diz respeito aos operários, o programa econômico da revolução bolchevique também não tinham um conteúdo socialista. Lênin rejeitara severamente a acusação menchevique de que o bolchevismo propunha uma política utópica de socialização da produção num país que ainda não estava maduro para isso. Os bolcheviques responderam que não se tratava em absoluto duma questão de socializar a produção, mas de por a produção sob o controle dos operários. A consigna “controle da produção” serviu à tentativa de manter a eficácia dos métodos capitalistas na organização técnica e econômica da produção, despojando-o do seu caráter de exploração. A consigna “controle da produção” enuncia o caráter burguês da revolução bolchevique, assim como o fato de que os bolcheviques se limitaram a estabelecer uma economia de tipo burguês (em lugar de consolidar os resultados da vitória de 1917).

A força elementar do avanço dos operários, por um lado, e a sabotagem dos patrões derrubados, por outro, fizeram os bolcheviques se apropriarem das empresas industriais e a confiar a direção das mesmas à burocracia governamental. A economia estatizada, sufocada durante o período do comunismo de guerra pela super-organização, foi chamada por Lênin de capitalismo de estado. Somente na era de Stálin a economia de estado passou a ser chamada de socialista.

O próprio Lênin não tinha uma concepção básica da socialização da produção diferente de uma economia estatal dirigida burocraticamente. Para ele, a economia de guerra alemã e o serviço postal eram modelos de organização socialista: uma organização econômica burocrática e centralista. Lênin viu somente o lado técnico, não o lado proletário e social do problema da socialização. Lênin apoiou-se, e com ele o bolcheviques em geral, nos conceitos da socialização propostos pelo centrista Hilferding, que no seu «Capital financeiro» tinha pintado o quadro idealizado dum capitalismo completamente organizado. O verdadeiro problema da socialização da produção – apropriar-se das empresas e da organização da economia pela classe operária e dos seus órgãos de classe, os conselhos – foi ignorado pelo bolchevismo. E nem podia ser diferente, porque a idéia marxista da associação de produtores livres e iguais é antagônica, em essência, à concepção jacobina de organização, e porque Rússia não possuía as condições sociais e econômicas necessárias para o socialismo. O conceito de socialização dos bolcheviques não é, pois, senão uma economia capitalista gerida pelo estado e dirigida, de fora e por cima, pela sua burocracia. O socialismo bolchevique é capitalismo organizado pelo estado.



Teses sobre o Bolchevismo
O Bolchevismo e a classe operária A revolução Bolchevique O internacionalismo dos bolcheviques e a "questão nacional"

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória