Fandom

Protopia Wiki

A Hora Mais Tranqüila

1 764 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Discussão0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Espere Resistência
CrimethInc


Naquele dia eu pedi demissão, joguei minha carteira no lixo, e parti para quebrar todas as regras que eu conhecia. Levou muito tempo.


Ah, se isso fosse verdade! Eu não fiz tal coisa. Mesmo saindo do aeroporto, eu estava mais é representando; eu não iria construir um planador e me lançar no abismo. Fazendo esse gesto desafiador já era difícil o suficiente, parecia uma ruptura no próprio tecido da realidade. Eu não era o tipo de pessoa que cancelava uma viagem de negócios depois de ir até o aeroporto! Foi só bem mais tarde que eu desenvolvi a habilidade de me arrancar das rotinas sem piscar.


Internamente, eu ainda era um espelho da minha sociedade. As forças que me compunham, apesar de se confrontarem, estavam organizadas em uma hierarquia estritamente regimentada; eu cultivava ressentimentos particulares, vontades ilícitas, impulsos de me rebelar, mas todos eram mantidos sob controle. No meu coração, como na cidade onde eu vivia, havia uma polícia sempre vigilante, guetos inquietos, infinitos tiranos, florestas dizimadas, tesouros acumulados enferrujando dentro de cofres. Minhas associações com os outros eram como relações diplomáticas entre nações: pactos de não-agressão, maquinações por trás dos panos, poderes autoritários negociando acima das massas oprimidas separadas por fronteiras bem policiadas. Haviam momentos em que uma facção renegada precipitava um levante, como o caso com Chloe que destruiu meu casamento, e tudo tinha que ser retrabalhado; mas a ordem básica, e sobretudo os acordos que a salvaguardavam, sempre ficaram inabalados.


A mudança fundamental que aconteceu naquela tarde era invisível, apesar de no final ter efeitos espetaculares. Daquele momento em diante, eu me identificava com as correntes insurgentes dentro de mim contra a sociedade que as prescrevia. Eu sempre as enxergava como algo estranho e perigoso, flertava com elas mas as mantia sob panos; mas no aeroporto, quando eu permiti que elas tomassem as rédeas em plena luz do dia, o mundo não acabou. Eu cruzei a linha entre flerte e indulgência, descobri que havia algo além, e queria mais. Se os meus próprios hábitos e obrigações obstruíam o meu caminho, pior para eles.


Eu sabia que havia salto-livre profissional para pessoas como eu, turismo de aventura e drogas de recreação e todos tipos de válvulas de pressão, mas eu estava disposto a me guardar para a coisa real. Todas opções de carreira e símbolos de status que eu trabalhei minha vida toda para acumular estavam começando a parecer obstáculos e charadas. Eu deixaria as camadas selvagens dentro de mim se aprofundarem e se espalharam até que eu pudesse partir, com minha própria selvageria, uma reação em cadeia que poderia tornar o munda hospitaleiro para elas.


Então eu fiquei no meu emprego ― por um triz, depois de cancelar aquela viagem ― mas onde eu antes me focava em evoluir na minha carreira, agora eu enxergava minhas buscas em momentos de lazer como minha verdadeira vocação e aspirava aumentar a abrangência delas de acordo. Antes eu investia meu dinheiro na bolsa, poupança, até mesmo em clubes de golfe; agora eu contrabandeava todo recurso que eu podia do meu local de trabalho e procurava um novo chamado para investir a mim mesmo. Minhas atividades extracurriculares se tornaram o centro da minha vida. No processo, eu me juntei à uma nação de estudantes rabiscando seus cadernos esperando que a campainha toque, internos em asilos esperando o próximo dia de visitação, esposas ansiando por um romance proibido, e empregados que, como eu, concluíram que suas profissões não eram caminhos para a realização pessoal, mas sim obstáculos.


Ou seja, eu era como eles, mas eu não sabia como começar a me conectar com eles. Meus colegas não ousavam dar nenhuma indicação dos seus verdadeiros sentimentos; eu mal via os meus vizinhos; eu me sentia separado de velhos amigos e da minha família por um abismo insuperável. Eu estava num impasse, um insurgente sem aliados lutando uma guerras sem frontes. Tudo aquilo mudou quando eu me deparei com a ocupação.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória